O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
julho 2018
D S T Q Q S S
« jun    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
 
 

Colaboradores

A VIDA PASSA MUITO RÁPIDO

E foi tanto trabalho,
Estresse, cansaço,
Excesso de rotina,
Que as imagens nas retinas
Ficaram restritas, opacas.

Foi tanta exposição no passado
E suas consequências,

Tanto espanto ao ver
Egos inflamados,
Brigas, maledicências,
Tanta futilidade na rede
Que me vi… Continue lendo

IMPOTÊNCIA

Queria ser anjo sem asas
Pra quem me deu a vida,
Comida, princípios, casa.
Ser super-herói
Como achava que ele era
E foi tantos dias.
Queria exercer toda a magia
Que seu simples carinho,
Ouvido e conselho faziam sempre
Que… Continue lendo

ESPANTO

A poesia nasce

Em face

Do meu espanto.

O poema já vem pronto

Junto com o pranto.

Enquanto que no encanto

Encontro versos dispersos,

Submersos e tontos de tanto.

Para poetizar basta um ponto

De partida: a vida.

OÁSIS NO DESERTO

E no final das contas,

Sempre acabo voltando pros teus braços,

Porque os laços que temos não nos prendem,

Nos enfeitam.

Dessa feita, surpreendem, me rendem,

Entendem tudo, compreendem absurdos.

E no final das quantas,

De tantas lambanças,

De desesperanças… Continue lendo

EU QUE FIZ

 

A paz é um lugar dentro de mim

Independente do lado de fora.

É um agora eterno e terno,

Interno e feliz

Que fui eu que fiz.

AME-SE

O amor que te dou

Volta pra mim um dia.

Se eu não recebo de volta,

Não há por que ter agonia.

Amor é coisa para se dar

E não cobrar.

Se você quer alguém para te corresponder,

– fazer… Continue lendo

O CORPO NÃO MENTE

O corpo não mente.

Olhando pra ele

atentamente

a gente percebe

facilmente

o que ele sente

e do que se ressente.

Experimente

olhar essa gente

apaixonada.

A boca pode

estar calada,

mas o corpo

com certeza

vai falar

pelo olhar… Continue lendo

DIAMANTES

Obviedades não me interessam

Mas é óbvio que nada mais me estressa

Como antes

E todos os diamantes

Agora lapidados

Ainda brilham

Mas não me ofuscam

E nessa busca incessante

De aprendizados insistentes

Cheguei até aqui

E ainda tenho muito

A seguir

SORRISO

Um sorriso puxa o outro

O corpo relaxa

E escapa

Da dor

Não há nada melhor

Do que o bom humor

AME PRIMEIRO VOCÊ

Paixão não se pede
E, por mais que se negue,
Brota por razões inconscientes,
Insistentes.

Paixões aparecem, crescem
E às vezes padecem
De burrice e estupidez
Mas quem sabe, talvez,
Se transformem em amor.

Já o amor não se pede.… Continue lendo

NÃO INVEJE

Não inveje a bela em seu poderoso salto-alto.
Apenas lembre-se que ela não chegou ali num salto.
Foi uma longa caminhada, de pés descalços,
Que a fez chegar ali, linda e ruiva, e saber se manter, no alto.

Ao invés… Continue lendo

PARECE MENTIRA, MAS NÃO É

E eu que vivia fugindo de mim
Enterrando meus desejos
Em desculpas chinfrins
Me achei onde sempre estive
Mas como quem vive pela primeira vez
Sua própria vida de verdade
Parece mentira, mas não é
A gente troca as mãos… Continue lendo

MEU MAIOR POEMA

Não é a poesia
Que hiberna dentro de mim
As palavras sim
Enquanto vivo
Sem ócio
Esse negócio necessário
Para se escrever
Ainda tenho muito a dizer
Mas não consigo
Enquanto sigo na labuta
Não sobra tempo
Então nem tento… Continue lendo

CONTRAVERSO

Há controvérsia?
Eu contraverso.
Verso contra e a favor
mas versar contra também é amor.
Não é porque é avesso
que esqueço a frente do verso.
Ver só qualidades é ingenuidade.
Ingênua idade em que eu acreditava
que só amava… Continue lendo

O QUE VIER É LUCRO

Sabe quando te dizem que o amor não acontece quando você espera? Que quanto mais você cria expectativas com alguma coisa, mais decepções você tem? Pensa bem. Imagina que você publicou um post no Facebook e ficou lá online esperando… Continue lendo

O AMOR CHEGOU

O amor chegou e pronto:
O pranto virou encanto
E o corpo, de tanto,
Soube que era você.
O tempo parou
E o passado evaporou
Diante de tanta beleza.
De repente, o que era medo
Virou certeza
E o que… Continue lendo

SUA AVÓ

De grão em grão
A galinha se enche
Do papo repetitivo
Porque hoje é sexta-feira
De novo.
O ovo veio antes
Ou depois da galinha?
Pra que me interessa
Saber isso?
Não tenho compromisso
Com nada.
Ops! Só com meu… Continue lendo

TEM GENTE

Tem gente que te suga até a última gota.
Tem gente que enxuga tuas lágrimas.
Tem gente que te faz sorrir o tempo inteiro.
Tem gente que te leva a sério.
Tem gente que te dá prazer.
Tem gente que… Continue lendo

VALORES

Quanto mais você dá valor às coisas positivas, maiores elas ficam. Quanto mais importância se dá às coisas negativas, mais elas crescem. Não se trata de ser boba alegre. Pelo contrário! É uma questão de esperteza. Por que ressaltar a… Continue lendo

DESTINY

What comes first
the body or dust?
The egg or chicken?
I don’t know, but I feel
everything written on wind
that carries our lives
through a pre-settled flight

and we can only choose
how and in which rhythm
we’ll move.

ALGUNS DIAS NA UPA

Acabo de voltar de uma experiência como acompanhante de uma pessoa muito importante pra mim e que quase morreu quando se internou por alguns dias na UPA. Mesmo com ele quase perdendo o ar e parando de respirar, ainda era… Continue lendo

ORGULHO FERIDO

O que dizer daquele amor
Com orgulho ferido
Que já acabou
Mas ficou consigo
Você sabe que é feliz
E não daria nunca certo
Mas tem raiva de ter se doado
De ter sido água no deserto
Porque perto da… Continue lendo

FACEBOOK

Interpretação de texto
A gente não vê por aqui
Tudo é pretexto
Pra realizar o desejo
De falar sem pensar
E ignorar o que está por vir
E não se trata só
De não analisar as consequências
Do que se… Continue lendo

LEVEZA

Que a leveza
Me leve sempre
Que a beleza de ser leve
Me eleve naturalmente
Mesmo que a minha mente
Queira me fazer pesar
Apesar do que por aí há
De pesar e tormento
Ser leve, eu tento
Mesmo que… Continue lendo

DESACELERANDO

Não tenho tempo de ler tudo
Não consigo escrever tudo que penso
Não acompanho todas as notícias
Não sei do que todos já souberam pelo Facebook
Quase não consigo ler o jornal
Normal, não vou me lamentar
A vida está… Continue lendo

NÃO ERA AMOR

Ficou difícil escrever de amor
Depois que você chegou
Porque tudo que eu escrevia
Era fantasia ou dor,
Não era mesmo amor.
Eu idealizava e imaginava
Como seria um dia
O que agora é.
Mas não é só por magia… Continue lendo

A MENINA AMARELA

Em dias de sol, a menina amarela via sua sombra negra fora de si, no chão. A acompanhá-la por onde ela ia, mas nunca dentro dela, sempre fora. Aquele negrume não combinava com a menina. O problema eram as noites… Continue lendo

LOBO BOBO

Bobo,
Você é mesmo louco
Ao mandar todas essas letras
Pedindo, antes do prato,
A sobremesa.
Pensa que eu acredito?
Que não vejo o teatro?
Bem sei que, por trás do ato,
Está o fato da tua fome
Enquanto não me consome.

CARNAVAL DO CAOS

É carnaval
Todo mundo tá feliz
Acaba a festa
E estamos por um triz
Da falência, violência
Dos roubos, do descaso
Mas eu acho
Que nada é por acaso
É de caso pensado por Deus
Sim, é um tempo diferente… Continue lendo

TEMPESTADE

Já sangrei muitas lágrimas de amor,
Paixões que pareciam maldade.
Não reclamo, aprendi.
Agora amo e sei nadar
Em meio à tempestade.

TODO MUNDO É POETA

Todo mundo é poeta
Quando é indiscreta
Direta ou indiretamente
A vontade, exigente,
De verdade que seja dita,
Escrita, com ou sem rima,
Mas sempre em cima,
Ou debaixo
Não sei, mas acho,
Da liberdade
De viver.
O que é… Continue lendo

TODO NOVO AMOR

Todo novo amor
Resgata um pouco
Algum antigo
Todo novo erro
Me lembra
O que fiz comigo
E assim consigo
Evoluir
Porque não estou aqui
Para ser pessoa diferente
Sou gente que não esquece
E que vive o que merece… Continue lendo

MEIO DOIDO

Todo amor pelo outro
É meio doido, meio torto
Quando o corpo precisa do toque
E também é cheio de “não-me-toques”
Quando quer mais tempo com ele
E de repente tudo que precisa é de um tempo
Sem ele
Todo… Continue lendo

CHEGA DESSA CLAUSURA

Chega dessa clausura
Dessa loucura de ficar presa
A previsões pessimistas
Chega de aceitar viver menos
Sempre correndo
Sem aproveitar a vista
O tempo passa e a gente não vê
E quando percebe, já deixou de fazer
Tudo o que… Continue lendo

BORBULHANDO

A palavra borbulha dentro de mim
Quer jorrar poesia de beber
E às vezes me engasga
Quando não consigo dizer
Há dias em que tenho ressaca
Palavras demais
Tiram minha paz
E a do outro
Mas eu gosto mesmo
É… Continue lendo

SOPRO NO VENTO

Eu corro contra o vento
Enquanto o tempo
Me puxa pra lá
Pra frente
Insistentemente
Resiliente
Contra tudo e contra todos
Contra mim, enfim
Tento cavar um lugar
No ar denso
Enquanto sento e penso
Como seria bom ter tempo… Continue lendo

ESCRITO

Todas as nossas coincidências
São evidências do que há muito
Estava escrito.
Obrigada, meu Deus!
O amor não é mais um mito.

A VERDADEIRA POESIA

O que dizer da flor quando desabrocha?
Da morena cabrocha?
Do nascer do sol laranja e do pôr do sol lilás?
Desses instantes efêmeros que nos preenchem de paz?
Como poetisar o amor incondicional de uma mãe
Na hora do… Continue lendo

A DOR VAI ENSINAR

Tenho tanto a falar
E sei bem como dizer
Mas não posso digitar
E preciso escrever
A tendinite a pulsar
Parece se entreter
“Vamos ver o que a dor
Vai lhe ensinar
O quanto podes aprender
Para então poder rimar… Continue lendo

VOCÊ JÁ ESTEVE À DERIVA?

Você já esteve à deriva
em alto-mar?
Se sentindo totalmente viva
mas sabendo que a qualquer momento
pode se afogar?
Dependendo do vento,
das ondas, do céu, do mar?
Você pode mergulhar
ou boiar na superfície,
mas ir fundo é… Continue lendo

Categorias
Crônicas agrupadas por ano